20:00:00 ás 23:00:00 - TEIXEIRA LOPES

BOA NOITE ESPERANÇA


Mensagem do Pe. Natalício


"FESTA DE CASAMENTO" (Mt 21, 1 - 14).


   "FESTA DE CASAMENTO" (Mt 21, 1 - 14).    "FESTA DE CASAMENTO" (Mt 21, 1 - 14).    "FESTA DE CASAMENTO" (Mt 21, 1 - 14).

* Dia 22, estarei no Santuário de Santa Rita em Lunardelli para as Confissões e Missa-Novena às 15 hrs, transmitida em várias Rádios da região!

* Dia 30 de agosto, estarei na loja Brasimóveis do Valdir e Devanir, em Ivaiporã, apresentando e vendendo o Livro Rimando o Evangelho III - Passe por lá e colabore na construção da Capela de Santa Rita em Jardim Alegre.

* Dia 31 deste mês, passarei o dia todo em Novo Itacolomí, apresentando e vendendo o Livro Rimando o Evangelho III. A noite teremos a Santa Missa.

* Toda quarta feira, na Missa das Bênçãos, às 15 horas, estamos recebendo os peregrinos no Santuário, do Rocio de Jardim Alegre!

* Santa Rita abençoe sempre, quem já adquiriu, ou ainda via adquirir, o Livro Padre Natalício Rimando o Evangelho III. Colabore na construção da Capela!

* Santo do Dia:  SÃO  JOÃO EUDES. (Fundou a Congregação Jesus e Maria).

* Evangelho do Dia:  (Mt 22,34-40).



                                                                                           Meu pai e minha mãe casaram-se no dia 25 de setembro de 1951. Foram 2 casamentos. Dois irmãos com duas irmãs. Miguel com Maria de Lourdes e Sebastião com Maria Fernandes. Destes 4 só resta neste mundo a minha mãe. O outros já subiram para a casa do Pai. Os dois casamentos foram celebrados juntos numa capela dedicada a Santo Antonio. Não houve luxo nem grande festa. O cortejo foi à pé e à cavalo. O pai das noivas, Seu Francisco Fernandes (Chico Maiada), ofereceu uma Ceia para os parentes e amigos. Claro que havia também muitos doces. A Vovó Cassiana sabia fazer uns doces de mamão e de cidra que era uma tentação. Doce de queijo e de leite então, nem se fala. Deve ter sido uma grande alegria. 
                                                                                            Papai e mamãe nos contavam que os vestidos das noivas foi a vovó mesma quem fez. Nada de coisa sofisticada. O vestido da mamãe foi comido por cupim. Essa praga era muito comum naquela região. O vestido foi guardado dentro de um baú e ninguém percebeu o ataque das pragas. O vestido da tia Maria também foi estragado com remédio de curar bicheira em vacas. Sem querer, o frasco tombou e manchou a relíquia que estava dentro da mesa-bau. Coisa de gente pobre. Claro que não havia tanta tecnologia como temos hoje. Não temos nenhuma foto daquela celebração. Como eu gostaria de conseguir uma...
                                                                                            É fato que aqueles casamentos não foram celebrados com pompas e mordomias, mas foram realizados com fé e religião. Sei que papai e mamãe não tiveram um anel de aliança nos dedos. Mas foram fiéis por mais de 50 anos, à ALIANÇA jurada. Não tiveram fotografias ou filmagens da festa, mas o testemunho deles estão gravados em nossos corações para sempre. O verdadeiro casamento não precisa de roupas bonitas nem véu ou grinalda. O verdadeiro casamento precisa de valores bíblicos: fé, fidelidade, compreensão, paciência, Amor como o de Jesus. Tião Carreiro e Pardinho falam disso na música Feliz Casamento: "Não é casamento com luxo e vaidade que faz o casal sentir felicidade. Não pude ter festa no meu casamento, mas vivo feliz a todo momento". 
                                                                                             Casamento assim é tão importante que Jesus, ao falar do Reino dos Céus, contou a história do rei que celebrou a festa de casamento do seu filho (Mt 21, 1 -14). Se casamento não fosse importante, Jesus não teria contado esta parábola... Até o filho do Rei (O Príncipe) se casa. Casamento deve ser vocação e missão. Deus chama, como chamou Abraão e Sara. Deus dá missão como fez com este casal: Construir um Povo Santo. É lamentável que, nos tempos atuais, os jovens não querem se casar. Não querem compromisso. Querem curtir os prazeres mais variados. Mas não assumem nada. Alguns casamentos até acontecem, mas não tem consistência. Não há preparação adequada nem conhecimento da nobre missão. 
                                                                                              Para que eu fosse ordenado Padre, tive que estudar 13 anos. Fiz 2 faculdades. E continuo estudando constantemente através de cursos e retiros. Mas os casais que tem a enorme responsabilidade de gerar e formar seres humanos, que formação fazem??? Quero incentivar os adolescentes e jovens para que sonhem com famílias felizes e se preparem para isso. Cumprimento os Movimentos e Pastorais da Igreja que trabalham na obra da família e quero fazer parte ativa dessa missão. Contem comigo. Vamos rezar juntos e trabalhar unidos.
  


Ó Deus, Pai de Poder!
Pelo Vosso Poder Infinito:
- Despertai nos jovens a nobre vocação para o matrimônio!
- Conservai nas famílias os verdadeiros valores evangélicos!

- Dai aos jovens o conhecimento de que casamento feliz não depende tanto das riquezas!

- Abençoai os casais para que envelheçam amando!
- Recolhei a nossa gratidão por todo trabalho realizado pelo ECC...

                                                                                               AMÉM!